A prô pergunta:

Qual a sua maior dificuldade em Português?
Redigir textos
Ortografia
Interpretar textos
Não gostar de ler
Entender a gramática
Letra ilegível
Expressão oral
Não tenho dificuldade
Resultados

domingo, 28 de agosto de 2011

DISSERTAÇÃO



Partes que compõem a dissertação:

Introdução - deve ser breve e anunciar ao leitor o que será desenvolvido no texto;
Desenvolvimento - representa o corpo do texto; aqui serão utilizadas as idéias propostas na introdução; é o momento em que se defende o ponto-de-vista acerca do tema proposto;
Conclusão - serve para finalizar o que foi exposto; deve ser breve e não pode conter nenhuma idéia nova e nenhum exemplo; trata-se de um resumo da dissertação como um todo.



Dicas para escrever uma boa dissertação

Só abordar na introdução e na conclusão o que realmente estiver no desenvolvimento;
Evitar períodos muitos longos ou seqüências de frases muito curtas;
Evitar, nas dissertações tradicionais, dirigir-se ao leitor;
Evitar as repetições exageradas e umas próximas das outras, tanto de palavras, quanto de informações;
Manter-se rigorosamente dentro do tema;
Evitar expressões desgastadas, "batidas";
Utilizar exemplos e citações relevantes;
Não usar religião como argumento;
Fugir das palavras muito "fortes";
Evitar gírias e termos coloquiais;
Evitar linguagem rebuscada;
Evitar a argumentação generalizadora e baseada no senso comum;
Não ser radical;
Ter cuidado com palavras duvidosas como coisa e algo, por terem sentido vago; prefirir elemento, fator, tópico, índice, ítem, etc.
Após o titulo de uma redação não colocar ponto;
Não usar chavões, provérbios, ditos populares ou frases feitas;
Não usar questionamentos no texto, sobretudo na conclusão;
Jamais usar a primeira pessoa do singular, a menos que haja uma solicitação do tema;
Repetir muitas vezes as mesmas palavras empobrece o texto; lançar mão de sinônimos e expressões que representem a idéia em questão;
Somente citar exemplos de domínio público, sem narrar seu desenrolar, fazendo somente uma breve menção.

Daqui:
Portal São Francisco


quarta-feira, 24 de agosto de 2011

TRÁS e TRAZ


TRÁS: advérbio de lugar
O que há por trás daquele biombo?

TRAZ: verbo trazer, terceira pessoa do singular do presente do Indicativo.
O Juvêncio traz sua mochila todos os dias.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

COMO FAZER UMA APRESENTAÇÃO DE TRABALHO RÁPIDA E OBJETIVA:


Não há coisa mais horrível do que assistir a uma apresentação chata, lida sem emoções. Claro: o segredo da boa comunicação é a fala natural, espontânea e próxima do ouvinte. Aprenda o passo a passo para um discurso perfeito:

Passo 1
Ao chegar ao local da apresentação, cumprimente todos de acordo com o grau de formalidade exigida. Se o grupo for de pessoas próximas, vale um "olá, pessoal!". Porém, se estiver diante da diretoria, seja mais formal, citando diretamente as pessoas que compõem a mesa.

Passo 2
Em seguida, agradeça a presença de todos e a oportunidade de se apresentar. Com essas palavras, você já terá feito a introdução, conquistando os ouvintes.

Passo 3
Agora, em uma ou duas frases, fale sobre o assunto a ser desenvolvido e esclareça o problema para o qual pretende apresentar uma possível solução. Assim, os ouvintes estarão devidamente orientados sobre sua apresentação.

Passo 4
Este é o momento de apresentar a solução ao problema e afastar possíveis resistências do grupo. Para sustentar seu ponto de vista, use exemplos e estatísticas. Tais argumentos ajudam no trabalho de convencimento dos ouvintes.

Passo 5
Finalmente, conclua sua apresentação. Agradeça o convite mais uma vez e peça a reflexão ou perguntas da plateia.


Use bem a expressão corporal

· Saiba como manter a postura correta durante uma apresentação e mostrar segurança ao falar.

· Evite se apoiar ora sobre uma perna, ora sobre a outra.

· Não se movimente diante do grupo sem ter um objetivo. O movimento é recomendado para dar ênfase a uma informação ou para reconquistar ouvintes desatentos.

· Não deixe os braços presos nas costas ou cruzados. Se isso ocorrer às vezes, com naturalidade, tudo bem. Porém, se ficar nessa posição por muito tempo, as pessoas poderão achar que está se protegendo. O resultado poderá ser negativo.

· Não gesticule muito nem pouco. Os gestos devem ser moderados, acompanhando bem o ritmo da fala.

· A fisionomia deve ser expressiva e corresponder ao sentimento da mensagem. Você não pode falar em alegria com um semblante triste.

· Olhe para os ouvintes enquanto fala e perceba como reagem diante da sua mensagem. Assim, eles se sentirão parte do ambiente.

Daqui.


quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Camisas ROSAS ou ROSA?


O certo é: CAMISAS ROSA

Um substantivo, no papel de adjetivo, torna-se invariável (não se flexiona em gênero e número).

ROSA é o nome (substantivo) de uma flor. Se nós usarmos como cor (adjetivo), torna-se invariável:

Blusão (masculino) ROSA (feminino);

Camisas (plural) ROSA (singular).

Observe que a palavra ROSA, quando usada como cor (no papel de adjetivo), é sempre ROSA (sem masculino nem plural).

Vejamos outros exemplos:

Camisas LARANJA, casacos VINHO, blusas CREME, sapatos AREIA, calças CINZA, GELO, TIJOLO, ABACATE, LIMÃO…



terça-feira, 9 de agosto de 2011

ANEXO / EM ANEXO




ANEXO ou EM ANEXO?



Tanto faz. As duas formas são possíveis:

“O documento segue ANEXO” ou
“EM ANEXO, segue o documento”.

Devemos tomar cuidado com a concordância:

a) A forma EM ANEXO é invariável:
“EM ANEXO, segue a nota fiscal”

b) ANEXO deve concordar com o substantivo ao qual se refere:
“A nota fiscal segue ANEXA”
“Os formulários estão ANEXOS”.


sexta-feira, 5 de agosto de 2011

SEJE???


"Quero que você seje feliz!"
SEJE???
Não dá para ser feliz assim.
SEJE não existe!
O certo é: "Quero que você seja feliz!"



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores:

a/em nível de (1) Abreviaturas (1) Acentuação gráfica (1) Acróstico (1) Adjetivo Rosa (1) Advérbios (1) Agente / a gente (1) Anexo/Em anexo (1) Anne Lieri (1) Ao invés de (1) Apresentação (1) Atividade cerebral (1) Aumentativo de magro (1) Autores brasileiros (1) Biblioteca básica (1) Bill Gates (1) Comunicação (1) Concordância Nominal (1) Concordâncias (5) Crase (1) Curiosidades (3) Datas especiais (3) Dia do Professor (2) Dicas de Redação (7) Dicas ortográficas (20) Dicas úteis (11) Dissertação (1) Ditados populares (1) Em vez de (1) Ensino (1) Erros de Ortografia (5) Escolas (1) Escrita (1) Expressões populares (1) Expressões redundantes (1) Figuras de linguagem (1) Filmes (1) Flexão (1) Gêneros de substantivos (1) Gramática (2) Há / A (1) Hífen (2) Humor (8) Ideias criativas (1) Idiomas no mundo (1) Internet (1) Jorge Amado (1) L. F. Veríssimo (1) Leitura (12) Lembrar e Esquecer (1) Libras (1) Literatura (2) Literatura Infantil (1) Literatura Mundial (2) Livros (7) Livros para baixar (2) Mais (1) Mal X Mau (1) Mas (1) Más (1) Meio/meia (1) Menos/Menas (1) Moral (1) Nenhum e nem um (1) Novo Acordo Ortográfico (1) Onde/Aonde (1) Ortografia (7) Os porquês (3) Particípios (2) Pensamentos (6) Perguntar / Questionar (1) Plurais de substantivos (3) Poema (2) Poesia (1) Pontuação (4) Proibido/Proibida (1) Pronúncias e grafias corretas (1) Prosa (1) Quadrinhos (1) Recebidos por e-mail (1) Reforma Ortográfica (1) Regência Verbal (2) Relax (1) Reticências (1) Slides (1) Smilebox (1) Soneto (1) SS/Ç (1) Sufixo MENTE (1) Sugestões e dicas (5) Técnicas de Redação (1) Testes de Ortografia (3) Testes profissionais (1) Textos criativos (3) Trás/traz (1) Uso da vírgula (1) Vendas de livros em 2011 (2) Verbo assistir (1) Verbo Chegar (1) Verbo Haver (1) Verbo Ser (1) Verbo ver (1) Verbos (5) Vídeo do blog (1) Vídeos (4) Vocabulário (3) Vocabulário gaúcho (1)

Ler é...

Ler é...
...viajar na imaginação!

Ler é viajar sem sair do lugar!

Ler é viajar sem sair do lugar!

Estudo não é castigo!

Estudo não é castigo!
É crescimento pessoal!