A prô pergunta:

Qual a sua maior dificuldade em Português?
Redigir textos
Ortografia
Interpretar textos
Não gostar de ler
Entender a gramática
Letra ilegível
Expressão oral
Não tenho dificuldade
Resultados

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Qual a diferença entre "nenhum" e "nem um"?


 Embora na fala as duas expressões tenham quase a mesma pronúncia, há diferenças no emprego de nem um e nenhum. Nenhum é um pronome indefinido variável em gênero e número. Quanto ao sentido, nenhum pode ser trocado por algum. Em nem um, temos a conjunção nem seguida do numeral um. Ele pode ser substituido por nem um sequer e nem um só.

 Nenhum (equivale a algum):
Exemplos:
"Sapato nenhum era confortável para aqueles pés inchados."
"José não rejeitava serviço nenhum."

 Nem um (equivale a nem um sequer, nem um só):
Exemplos:
"Nem um outro conseguiu resolver o problema."
"Seu argumento, melhor que nem um outro, acabou sensibilizando os jurados."

 A palavra nenhum (junto) resulta da aglutinação de Nem um e, em alguns casos, as duas expressões são equivalentes.
Exemplo:
"Nenhum (ou nem um) deles conseguiu resolver o problema."




terça-feira, 20 de novembro de 2012

Usa-se vírgula sempre antes de "mas"?

 

 Depende. A vírgula é obrigatória quando a conjunção "mas" marca uma oração coordenada adversativa, que indica uma relação de oposição entre as unidades ligadas. A regra também vale para outras conjunções, como "porém" , "todavia" e "entretanto". Quando tivermos não apenas a locução "mas" mas também uma construção que some ideias, como o "mas também", a vírgula é facultativa. Se o "mas" aparecer no início da frase, é preciso intercalar outra no meio da oração, que deve vir entre vírgulas.

Relação de oposição:

Exemplo: Comi bastante, mas ainda estou com fome.

Ideia de adição:

Exemplo: Não só o Internacional mas também o Palmeiras foram rebaixados.

Frases intercaladas:

Exemplo: Mas, disse a mulher, não falo sem o meu advogado!















terça-feira, 13 de novembro de 2012

"Risco de vida" ou "risco de morte"?


A forma mais precisa é "risco de morte" ou, melhor ainda, "correr o risco de morrer". Mas a expressão "risco de vida" não está incorreta, já que se associa à ideia de colocá-la em perigo. Seu uso está previsto no dicionário Houaiss, que cita a expressão "risco de vida" e é comumente encontrada em textos jornalísticos e literários.
O psicanalista Contardo Calligaris, em artigo no jornal Folha de S.Paulo, por exemplo, escreve: "Não há ou não deveria haver prazeres que valham um risco de vida ou, simplesmente, que valham o risco de encurtar a vida".




domingo, 4 de novembro de 2012

"A gente" ou "Nós"?


 As duas formas estão corretas e dependem da ocasião em que são empregadas. A gramática tradicional considera apenas a existência dos pronomes pessoais eu, tu, ele, nós, vós e eles - leque que não inclui formas como você e a gente.

 Por isso, quando fazemos o uso da norma culta, é exigido o nós. É o caso, por exemplo, da redação de leis. O pronome também é recomendado para situações formais de uso da língua - como um seminário acadêmico.

 Já na comunicação informal, "a gente" é perfeitamente aceitável. Leia, abaixo, as regras de concordância para usar corretamente essa forma verbal.

 Verbo fica sempre no singular

 Exemplo:

 A gente quer comida.

 Adjetivo fica no feminino caso se refira a mulheres e no masculino se incluir pelo menos um homem.

A gente está cansada.
A gente está cansado.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores:

a/em nível de (1) Abreviaturas (1) Acentuação gráfica (1) Acróstico (1) Adjetivo Rosa (1) Advérbios (1) Agente / a gente (1) Anexo/Em anexo (1) Anne Lieri (1) Ao invés de (1) Apresentação (1) Atividade cerebral (1) Aumentativo de magro (1) Autores brasileiros (1) Biblioteca básica (1) Bill Gates (1) Comunicação (1) Concordância Nominal (1) Concordâncias (5) Crase (1) Curiosidades (3) Datas especiais (3) Dia do Professor (2) Dicas de Redação (7) Dicas ortográficas (20) Dicas úteis (11) Dissertação (1) Ditados populares (1) Em vez de (1) Ensino (1) Erros de Ortografia (5) Escolas (1) Escrita (1) Expressões populares (1) Expressões redundantes (1) Figuras de linguagem (1) Filmes (1) Flexão (1) Gêneros de substantivos (1) Gramática (2) Há / A (1) Hífen (2) Humor (8) Ideias criativas (1) Idiomas no mundo (1) Internet (1) Jorge Amado (1) L. F. Veríssimo (1) Leitura (12) Lembrar e Esquecer (1) Libras (1) Literatura (2) Literatura Infantil (1) Literatura Mundial (2) Livros (7) Livros para baixar (2) Mais (1) Mal X Mau (1) Mas (1) Más (1) Meio/meia (1) Menos/Menas (1) Moral (1) Nenhum e nem um (1) Novo Acordo Ortográfico (1) Onde/Aonde (1) Ortografia (7) Os porquês (3) Particípios (2) Pensamentos (6) Perguntar / Questionar (1) Plurais de substantivos (3) Poema (2) Poesia (1) Pontuação (4) Proibido/Proibida (1) Pronúncias e grafias corretas (1) Prosa (1) Quadrinhos (1) Recebidos por e-mail (1) Reforma Ortográfica (1) Regência Verbal (2) Relax (1) Reticências (1) Slides (1) Smilebox (1) Soneto (1) SS/Ç (1) Sufixo MENTE (1) Sugestões e dicas (5) Técnicas de Redação (1) Testes de Ortografia (3) Testes profissionais (1) Textos criativos (3) Trás/traz (1) Uso da vírgula (1) Vendas de livros em 2011 (2) Verbo assistir (1) Verbo Chegar (1) Verbo Haver (1) Verbo Ser (1) Verbo ver (1) Verbos (5) Vídeo do blog (1) Vídeos (4) Vocabulário (3) Vocabulário gaúcho (1)

Ler é...

Ler é...
...viajar na imaginação!

Ler é viajar sem sair do lugar!

Ler é viajar sem sair do lugar!

Estudo não é castigo!

Estudo não é castigo!
É crescimento pessoal!